• Servi Imagem

TAXAS DE EFETIVIDADE DAS VACINAS CONTRA COVID-19 TEM VARIAÇÕES

Sempre que sai um novo estudo apontando o quanto determinada vacina contra a covid-19 seria capaz de nos proteger, nada parece bater com nada. Os números nas pesquisas sobre as vacinas nunca são iguais. Os de hoje dão a impressão de desmentir os de ontem. Os nossos podem ser diferentes dos de outros países. E, às vezes, a vacina do vizinho parece ser bem melhor do que a daqui — ainda que a gente esteja falando do mesmíssimo imunizante nos dois lugares.

Na verdade, ao ler que a vacina da Pfizer alcançou 95% de eficácia nos testes clínicos, enquanto a de Oxford/AstraZeneca apresentou uma taxa 82% e a CoronaVac teve seus 50,3%, não dá para sair jurando que tudo será igual na vida real do Brasil, por exemplo. A realidade, ou melhor, a taxa de efetividade pode ser muito pior ou até melhor na hora do vamos-ver.


Fonte: UOL VIVA BEM


2 visualizações0 comentário