• Servi Imagem

QUANDO PODE SER INDICADO O 'HORMÔNIO DO SONO'?

Desde o final de 2021, as farmácias brasileiras podem vender o hormônio melatonina em forma de suplemento alimentar - em comprimidos ou em gotas - sem a necessidade de prescrição médica, graças à autorização dada em outubro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até então, a venda da substância só era permitida em farmácias de manipulação e com prescrição médica. Apesar da liberação, é preciso ter cautela no uso da substância. Popularmente chamada de "hormônio do sono", a melatonina é um neurohormônio produzido naturalmente pelo corpo humano e secretado pela glândula pineal, localizada na base do cérebro. Ela é responsável pelo ritmo circadiano - o ciclo de vigília e de sono (relógio biológico).

Segundo a neurologista Dalva Poyares, especialista em medicina do sono, pesquisadora do Instituto do Sono de São Paulo e professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o apelido de "hormônio do sono" surgiu porque o pico de produção da melatonina, e o aumento dos seus níveis no organismo, ocorre no período noturno. "Ela promove uma sinalização para o nosso corpo de que está na hora de dormir. É o famoso 'deu minha hora', explica a médica.


Fonte: VIVER BEM UOL


1 visualização0 comentário