top of page
  • Foto do escritorServi Imagem

QUAL A RELAÇÃO ENTRE O INTESTINO E A SAÚDE MENTAL

Quando associados ao tratamento para o intestino, os tratamentos para a saúde mental podem ter maior chance de sucesso.

Com cerca de 500 milhões de células nervosas, o intestino é muito mais do que apenas um órgão de digestão, absorção e transporte de nutrientes. Por isso, problemas no seu intestino podem impactar também na sua saúde mental.

O órgão produz mais de 30 neurotransmissores, dentre os quais estão a dopamina e a serotonina, ligados ao prazer, motivação, humor, sono, apetite e bem-estar. Assim, quando existem doenças inflamatórias intestinais (DIIs), a qualidade de vida do paciente reduz drasticamente.

O que são as doenças inflamatórias intestinais?

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são caracterizadas por inflamações acentuadas da mucosa do trato gastrointestinal, com desordens de longa duração. O problema é desencadeado por anormalidades do sistema imunológico. O princípio é multifatorial, tendo fatores genéticos, ambientais, microbiota intestinal e resposta imune.

Saúde mental e intestino: qual a ligação?

O comprometimento da saúde mental dos indivíduos que possuem DIIs é explicado devido à redução na produção de serotonina pelo intestino. Esse hormônio é o principal responsável pela sensação de bem-estar.

Assim, estima-se que cerca de 20% das pessoas com DIIs apresentam ansiedade e 35% apresentam sintomas depressivos, o que é 4 vezes maior que na população mundial em geral. Desse modo, os tratamentos para a saúde mental quando associados ao tratamento para o intestino podem ter maior chance de sucesso, aumentando a qualidade de vida desses indivíduos.

De maneira geral, melhorias na higiene e cuidados com a saúde já são capazes de alterar a composição da microbiota intestinal e proporcionar um estado de equilíbrio entre bactérias boas e ruins.


Fonte: YOU HEAL


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page