top of page
  • Foto do escritorServi Imagem

OS PERIGOS DE TRANSFORMAR A CAMA EM LOCAL DE TRABALHO

Para muita gente, trabalhar de casa também passou a significar trabalhar da cama.

O ato de se vestir e ir para o escritório foi substituído por jogar uma água no rosto e abrir o computador, enquanto você se acomoda embaixo do cobertor. E um número impressionante de pessoas está usando o colchão como base do home office.

Nos Estados Unidos 72% de mil norte-americanos entrevistados ​​disseram que estavam trabalhando remotamente da cama durante a pandemia — um aumento de 50% desde o início da crise. Um em cada 10 relatou que passou "a maior parte ou toda a semana de trabalho" — de 24 a 40 horas ou mais — na cama. Isso é especialmente forte entre os jovens. No Reino Unido, profissionais de 18 a 34 anos são os menos propensos a ter uma mesa e cadeira adequadas para trabalhar — e eles têm duas vezes mais chance de trabalhar da cama do que profissionais mais velhos.

Mas usar a cama como escritório nem sempre é resultado da falta de uma cadeira adequada — muitos simplesmente adoram o conforto e a praticidade da instalação. Mas o fato é que transformar a cama em escritório pode desencadear uma série de problemas de saúde, tanto físicos quanto psicológicos. E, mesmo que você não sinta nada agora, os efeitos adversos — possivelmente permanentes — podem aparecer mais adiante. É importante reconhecer que trabalhar de casa é um privilégio que não é permitido a centenas de milhões de pessoas.

Além disso, para alguns trabalhadores remotos, a falta de espaço disponível para uma estação de trabalho completa significa que trabalhar da cama pode ser a única opção.


Fonte: O DIA



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentarze


bottom of page