• Servi Imagem

OBESIDADE E A COVID-19

A obesidade é uma doença crônico-degenerativa, inflamatória e multifatorial, na qual a reserva natural de gordura aumenta até o ponto em que se associa a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade. Esse acúmulo excessivo de tecido adiposo é gerado pelo balanço energético positivo associado ao estilo de vida sedentário e aumento no consumo de alimentos calóricos. Vale lembrar que obesidade não é causada por escolha pessoal, mas pela relação entre um indivíduo e seu ambiente. Dessa forma, fatores individuais (como antecedentes genéticos ou mecanismos fisiológicos) influenciam a suscetibilidade à obesidade, que pode se desenvolver em um ambiente obesogênico (por exemplo, influenciado pela cultura, transporte e informatização da alimentação).

Entretanto, temos que ficar atentos, já que é uma patologia que desencadeia diversos fatores relacionados a situações de alto risco no acometimento da covid-19 e a progressão de complicações associadas ao vírus.

Em um estado normal, nosso organismo fica o tempo todo buscando a homeostase, ou seja, o equilíbrio fisiológico. Isso é natural. Por isso, nosso mecanismo de normalização e controle de pressão arterial acontece o tempo todo, por meio de mecanismos lentos, intermediários e rápidos.


onte: UOL - VIVA BEM


0 visualização0 comentário