• Servi Imagem

DIA MUNDIAL DO CÂNCER

O Dia Mundial do Câncer, 4 de fevereiro, é uma iniciativa da União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) com apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS). O intuito é promover maior conscientização e educação sobre a doença, que segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apresentaria cerca de 600 mil novos casos no Brasil, em 2019.

Para o triênio 2020-2022, o INCA aponta que os tipos mais incidentes de cânceres no Brasil serão os de pele não melanoma, mama, próstata, cólon e reto, pulmão e estômago.

Diante desse cenário, fica a pergunta: será que é possível adotar medidas preventivas? A resposta é sim! Ainda de acordo com o INCA, a prevenção engloba ações para reduzir os riscos do aparecimento da doença ou para aumentar a chance de diagnosticá-la precocemente. Em primeiro lugar, é preciso impedir que o câncer apareça, o que inclui evitar exposição aos fatores de risco e adotar um estilo de vida saudável.

A prática de atividade física regular tem se mostrado uma forte aliada no combate à doença. Segundo estudo recente realizado pela Sociedade Americana de Câncer e outras entidades norte-americanas, os exercícios reduzem o risco de desenvolvimento de sete tipos de tumores. Ao fortalecer as defesas do corpo, o exercício ajuda na prevenção não apenas de tumores, mas de diversas outras enfermidades.

No que tange ao câncer de pele não melanoma, é importante que sejam adotadas algumas medidas que ajudam a evitar o seu aparecimento, tais como a aplicação de filtro solar de três em três horas, evitar exposição ao sol em períodos de maior intensidade de radiação (entre 10h e 16h) e usar proteção física, tais como chapéu e camiseta.


Fonte: HOSPITAL ANCHIETA


0 visualização0 comentário