• Servi Imagem

COMO VENCER A TIMIDEZ E VIVER SEM MEDO

Palpitação, tremedeira, falta de ar e a sensação de ser incapaz de falar em público e expressar e seus pontos de vista, seja no trabalho, na escola ou na família. Existem diferentes formas de timidez e todas elas podem afetar a vida das pessoas de maneira consequente. Em alguns casos, ela é patológica e pode desencadear distúrbios como a síndrome do pânico ou a fobia social. De onde vem esse medo do outro e a falta de confiança em si mesmo e como lutar contra esse sentimento? A psiquiatra francesa Marie-Claude Gavard , autora do livro "Mais qu'est-ce qui se passe dans ma tête?" (O que está passando pela minha cabeça em tradução livre), conta que, na França, poucas pessoas buscam auxílio de um profissional, justamente pelo excesso de timidez, e quando elas o fazem é porque já desenvolveram outro problema, como a depressão.

A timidez afeta a vida do paciente como um todo e complica suas relações pessoais e profissionais. Ela tem início na infância, diz a especialista, que compara o sentimento "a um véu acinzentado que cobre o paciente durante toda sua vida." A falta de confiança em si mesmo, lembra, está no centro do problema.

É preciso entender, diz a psiquiatra, que a timidez e a falta de amor próprio são uma construção irreal, baseada em uma visão que temos do mundo que é falsa. "As outras pessoas têm a vida delas. Nós não interessamos tanto aos outros quanto a gente imagina. Quando entendemos isso, e vivenciamos isso, criamos para nós mesmos um espaço de liberdade".


Fonte: UOL VIVA BEM


4 visualizações0 comentário