• Servi Imagem

70% DOS CASOS DE CÂNCER DE MAMA NO BRASIL SÃO DIAGNOSTICADOS EM ESTÁGIO AVANÇADO

A maioria das mulheres diagnosticadas com a doença no país palpa o próprio nódulo; para muitas delas o problema é a dificuldade de marcar uma consulta ou fazer um exame pelo sistema público de saúde.

No início do ano, a Femama, que reúne 72 entidades filantrópicas que apoiam mulheres com câncer de mama, colocou no ar uma página intitulada "Relatos de Espera", para que pacientes compartilhassem as dificuldades que tiveram para serem diagnosticadas e começarem o tratamento.

Com mais ou menos adjetivos, as histórias são todas parecidas, e não por acaso: as deficiências do Sistema Único de Saúde (SUS), na visão de muitos especialistas, postergam diagnóstico e tratamento de milhares de mulheres em todo o Brasil e aprofundam as desigualdades entre ricas e pobres.

Para especialistas como o mastologista Rodrigo Gonçalves, pesquisador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), esse é um ponto central na luta do país contra o câncer de mama, que tem atingido - e matado - cada vez mais mulheres no Brasil.


3 visualizações0 comentário